Apple libera taxa reduzida na App Store como resposta à Epic Games

Originally published at: https://tecnoblog.net/397218/apple-libera-taxa-reduzida-na-app-store-como-resposta-a-epic-games/

Programa de menor comissão da Apple deveria começar apenas em janeiro de 2021, mas desenvolvedores notaram em dezembro

(…)já que seu concorrente, o Apple Music, não paga os 30%.

Indo por essa lógica, o YT Premium e o YT Music também não pagam os 30% pro Google. Já tá chato essa pataquada da Epic querendo encher o saco por causa de comissão. Noutro tópico sobre esse assunto um usuário relatou que a Epic chegou a faturar algo em torno de US$ 800 milhões antes de começar com esse imbróglio. Isso só na loja da Apple. Sem contar o faturamento nas demais plataformas. MAS preferiram caçar briga, ficaram de fora de ambas lojas e viram o faturamento despencar e os influenciadores migrarem pra outros games no decorrer do ano.

Se eu fosse a Epic eu recuaria disso tudo e voltaria pras lojas sem ficar de frescura. Porque pra mim receber 70% de algo (ou 85% agora que a Apple criou essa política nova) é melhor do que 100% de nada.

Olha, a Epic não foi benificiada com isso… mas olha o tanto de pessoa que foi benificiada. Sério… foi lindo.

Ainda não acho que seja o ideal… Se a empresa faturar 1.176.470 dólares no ano, ela receberá 1m. Porém se ela faturar 1.176.471, ela receberá “apenas” 823.530… O que é uma quantia considerável para se “perder”… deveriam ter vários tiers. 15%, 17.5%, 20%, 22.5%, 25%, 27.5% e 30%… assim o impacto por passar o limite teria um baque menor para as empresas.
(Edit: acho que eu viajei nos valores… xo recalcular)

A EPIC faturou mais que 1m pelo que lembro, então pra ela não mudou absolutamente nada.
Mas no caso, acredito que não seja só pelo dinheiro que eles estejam nessa jornada… hahaha (mas que eles já conseguiram algumas mudanças, isso não dá pra negar…)

3 Curtidas

Que foi melhor pros pequenos desenvolvedores, isso é inegável. Mas ainda assim eles não escapam de pagar os US$ 99/ano pra poder ter direito de publicação nas lojas. E essa taxa pode variar de acordo com o faturamento e/ou tamanho da equipe.

E no programa tem uma pegadinha: se você faturar mais de US$ 1 milhão, automaticamente a taxa vai pros 30% a partir do momento que a Apple constatar isso. E você vai ficar pagando 30% por, no mínimo, 12 meses.

Exemplo: você entra no programa e em 2021 está pagando 15% de taxa. Digamos que no final do primeiro semestre você atinja o faturamento de US$ 1 milhão com seus softwares. Já vai pagar 30% imediatamente. E entra 2022 pagando os mesmos 30%. SE você deixar de faturar até US$ 1 milhão em 2022, aí você pode voltar a pleitear a taxa de 15% pra 2023. Ou seja, nessa conta você pagou 30% por 18 meses.

No final das contas, a Apple não vai perder de um todo. Se entrar um aplicativo que “estoure” de vender e o faturamento for pras alturas, vai ser 30% sem choro.

Ignorando os valores de exemplo, poderiam cobrar 30% só do que passar do teto, e só cobrar 30% de tudo quando passasse do dobro do teto, assim é simples a cobrança e tem um escalonamento.

Pois é, esse seria ainda melhor. Não tinha pensado nessa possibilidade. Ela é mais simples e funciona melhor (até certo ponto) que a minha solução. hahaha (Mas no caso da EPIC, ainda não serviria muito hahaha)

Mas que a Apple não vai dar arrego na taxa para os gigantes isso já era esperado, ela só viu que é melhor dar arrego pros pequenos pra manter o fluxo continuo de novos desenvolvedores e softwares.

Yup. That’s Apple for you. lol

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.