Apple e Google tentam barrar projeto que combate taxas em lojas de apps

Originally published at: https://tecnoblog.net/417001/apple-e-google-tentam-barrar-projeto-que-combate-taxas-em-lojas-de-apps/

Projeto pode forçar Apple e Google a liberarem sistemas de pagamentos de terceiros, o que ajudaria apps a evitarem suas taxas

Bom, vamos à pergunta: se liberam “formas alternativas” de pagamento, quem vai arcar com os custos das lojas oficiais? Indo adiante: se ocorrer algum problema com a carteira de pagamento terceira (hack, invasão, vazamento) e isso prejudicar a loja, quem vai arcar com o prejuízo? É fácil falar em “monopólio” mas é difícil falar em outras questões como segurança e manutenção.

Steve Jobs, novamente do além, mandou o recado: “eu avisei…”

PS: Google e Apple querendo a mesma coisa? Curioso…

só ver o netflix, spotify e etc, responde tds as tuas perguntas

1 Curtida

Eles hospedam conteúdo. O aplicativo (que é o que as lojas “vendem”) é outra coisa.

não, são serviços que tem meios de pagamento próprio e por app store/play store, vc é capaz de assinar netflix e spotify como serviços assim como qualquer app na loja (ou pelo menos era até ano passado)

Não. Pra assinar Netflix precisa ser pelo site. No app não ha opção de assinar, já que a Netflix não quer pagar os 15% sobre as assinaturas dentro da App Store.

2 Curtidas

Esse projeto é meio sem sentido mesmo… deveriam é tentar limitar à um valor menos abusivo que praticamente 1/3 de todo faturamento. Só que ai violaria o livre mercado e etc… ou seja, enquanto o dinheiro falar mais alto, o lobbying não vai deixar nada acontecer a esse respeito.

Não era 30%?

Era 30% para compra de apps ou 30% no primeiro ano de uma assinatura, depois passa a 15% (no segundo ano da assinatura), já sendo assim a muito tempo, não me recordo a data exata.

Não confundir com os 15% implementado em dezembro do ano passado, concedido a 98% dos devs, por possuírem faturamento de até um milhão de dólares.

Na minha opinião, se você está publicando na loja você tem que seguir as regras que eles estipularem. O problema é que na plataforma da Apple a única fonte de instalação é a App Store. No Android, apesar de ser bem mais trabalhoso, é possível instalar o app diretamente com arquivo um arquivo APK.

Na App Store você não pode nem informar para o usuário que 30% do valor pago vai pra Apple. Se fizer eles rejeitam seu aplicativo. Se você oferece o mesmo produto/assinatura no seu site com um valor mais baixo, não pode haver nenhum link para seu site no app.

Outro problema é que Apple e Google colocam em desvantagem apps como Spotify e Netflix, pois estes tem que pagar 30% de cada assinatura, mas o Apple Music/Apple TV+ na App Store e o YouTube Music na Play Store recebem basicamente 100% do que os assinantes pagam (tirando as taxas de transação de cartão).

Livre mercado sem concorrência é complicado. Por que a Apple não permite que outras empresas criem lojas de aplicativos alternativas? Neste caso eles teriam exatamente 0 de gastos, pois não precisariam verificar nem hospedar nada.

Porque nunca foi o modelo de negócios dela, e quem entrou já sabia disso.

Nah, não acho que o problema seja lucrar. Mas 1/3? Eu acho isso meio forçado… 1/6 seria bem mais justo. Mas né…

hoje em dia, mas antes era permitido, e custava 30% a mais na app store

decisão tomada em 2018…

A Steam funciona exatamente dessa forma, pq daria errado nas lojas da apple e google ? Compro jogos na Nuuvem e habilito na Steam. A loja da Valve não ganha 1 centavo nessa transação.