Apple cede e muda regra que afeta apps como Netflix e Spotify no iPhone

Independente do que penso, é uma tentativa da empresa evitar/retardar a devassa legal que vem se aproximando, com potencial de derrubar seu balanço em “serviços” em um futuro próximo.

10 curtidas

quem diria

Não entendo porquê a Apple ainda tenta segurar a App Store, há anos que sua fonte principal de ganhos não é a loja, se flexibilizar meios de pagamento alternativos e até lojas alternativas muita gente que tá no Android pularia pro iOs (é motivo de uma das pesquisas recentes que impedem as pessoas de comprarem iPhones) e aumentaria a venda de smartphones. Cook agora tem que pensar maior e começar a abrir o iOs se ainda quiser ter relevância nos próximos 10 anos. As fabricantes chinesas que estavam comendo pela beirada agora estão no top 3 mundial de vendas, tem que ficar experto.

2 curtidas

Apple não virou uma empresa gigante de mercado (Trilhão de doláres) sendo generosa e flexibilizando as coisas.

3 curtidas

A turma da Apple deve estar querendo o pescoço da turma da Epic e de outras rebeldes.

4 curtidas

Pelo contrário, iPhone 6 é uma prova cabal que ela cedeu sim às tendências do mercado ao lançar um aparelho com tela maior numa época que os androids todos tinham telas grandes, e mesmo insistindo desde 2011 - 2013 em lançar celulares com 3,5 e 4 polegadas.
Outra coisa, o iOs nunca foi tão aberto quanto agora, estamos falando de uma empresa que nem deixava colocar papel de parede no iPhone se não fosse via jailbreak e hoje já pode até trocar navegador e cliente de email padrão!

Entenda que nenhuma empresa faz algo por bondade ou generosidade e sim visando o lucro então essas iniciativas da Apple tem sido justamente querendo agregar mais consumidores de seus aparelhos e se pra isso ela vai ter que futuramente abrir mão da App Store por vontade própria ou forçada pelas legislações, pode ter certeza que ela vai fazer se isso se traduzir em mais $$$ na conta.

Se tivessem ouvido o Phill, nada disso estaria acontecendo. Mas agora já é tarde pra apenas diminuir as taxas da loja.

O que precisava ser feito agora é mudar completamente o rumo da App Store e tudo que envolve pagamentos digitais processados por ela.

Melhor perder alguns bilhões hoje, que ter o rumo da empresa arruinado por meia dúzia de políticos mundo a fora.

Reduzir para 5# apps com faturamento menor que um milhão, acima de um milhão, 8% e 10% para apps com faturamento acima de 10 milhões. E dentro disso abrir o leque de apps que podem entrar na App Store (como os de plataformas de games). Processar pagamento de forma externa só se o usuário assinar pelo site do app. Aumentar o limite de comprara internas em apps e modernizar o sistema, para se adequar a features como os tip jars, oferecendo uma infraestrutura nativa e com uma porcentagem única de 3%.

Se bem costuradas, essas mudanças podem ter um impacto pequeno no trimestre fiscal, ou até fomentar um lucro maior, já que com menos taxas os devs podem oferecer recursos extras, fazendo os usuários consumirem mais.

Ela tá se garantindo pro futuro. Não é saudável pra nenhuma empresa manter a lucratividade praticamente toda em um único setor, por isso ela anda investindo pesado em serviços.

Eu acho q a Apple não se preocupa em quantidade e sim lucratividade. Essas empresas daí podem vender bastante, mas dificilmente terão um lucro como o da Apple.

1 curtida

Sim, sim… mas quando eu comentei que eles tavam sendo gananciosos e deveriam abaixar essas taxas absurdas… me cruxificaram dizendo que 30% era “regra” de mercado ou que se “não queriam pagar, que não entrassem na AppStore” e coisas do genero… hahaha

Mas enfim…

Po… imagina só… alguém ser lesado o suficiente de criar um telefone sem uma funcionalidade que existe desde os primeiros featurephones com tela colorida… hahaha

2 curtidas

Mas então, é meio que uma regra de mercado. Só que o próprio phil schiller já argumentou que esse modelo não duraria pra sempre e que a Apple deveria ser a primeira a mudá-lo, enquanto poderia fazê-lo por dominância e não por uma posição de fraqueza.

Não acho que tenha relação com ganância, vejo como burrice mesmo. Acharam que poderiam contornar a situação, mas não conseguiram e agora tem uma bomba no colo e ninguém tem coragem de fazer o que precisa ser feito. A Apple tem um histórico de raramente admitir quando erra. E neste caso eles erraram por burrice, não porque não sabiam das consequências.

Se eles tivessem feito isto antes, continuariam lucrando e o mais importante, não teriam que repentinamente abrir mão de uma receita vultuosa. Este seria o novo padrão de mercado 3% para tip Jair, 5%, 8% e 10% para compras de apps e dentro do app.

1 curtida

O negócio que o lucro só vai até um ponto, a Apple tem extrema dificuldade de crescer em alguns mercados asiáticos como a China e Coréia do Sul e se juntar os preços proibitivos em países da América Latina só faz com que Xiaomi e Samsung se consolidem e aumentem o lucro, o que por sua parte vai comer parte do lucro da Apple. Essas empresas ganham no volume e tanto é que a Xiaomi DOBROU o seu lucro.

https://tecnoblog.net/484764/xiaomi-dobra-lucro-no-2o-tri-com-aumento-de-fatia-no-mercado-de-celulares/

1 curtida

A Apple oscila entre a 3ª ou 4ª colocada na China, o que por si já é muito para uma empresa estrangeira. Interessante que mesmo os iPhones sendo fabricados lá, são tratados pela China como produto importado, tornando o iPhone menos competitivo propositalmente.

1 curtida

Quem tem C* tem medo kkkk

2 curtidas