Antivírus ter ou não ter? Pagar ou não pagar?

Pessoal qual a opinião de vocês em relação a pagar um antivírus, vale a pena? No caso eu sou usuário comum . Uso o laptop mais para faculdade e essas coisas comum de internet mesmo. Dae eu peguei uma licença de teste por uns dias da Kaspersk e pensei em talvez em renovar, porém estou em dúvida se faço isso. Abraço a todos.

1 Curtida

Usei durante uns 5 anos a solução da Eset (Nod32 + firewall pessoal). Ano passado quando venceu desisti de renovar porque estavam cobrando mais caro do que se fosse cliente novo.
A partir daí, passei a usar apenas o Windows Defender mesmo. No Windows 10, ele está muito melhor do que era antigamente. Como trabalho na área, tenho hábitos de navegação seguros, o Defender me atende.
Entre os antivírus pagos, o Kaspersky parece ser o melhor realmente.
Antivírus grátis não vale a pena, melhor ficar só com o Windows Defender (já damos nossos dados pessoais pra Microsoft, pra que entregarmos pra mais uma empresa?).

5 Curtidas

Eu uso o Kaspersky Security Cloud (KSC) e vou para o segundo ano com ele. A meu ver, você só deve pagar se quiser ter proteção abrangente, que envolva proteção de rede, identidade, backup, e etc, coisas que um antivírus gratuito não proporciona. O KSC tem algumas funções bacanas, como o monitoramento de vazamento de dados e senha, que é um dos recursos que eu gosto. Mas se você tem o interesse apenas no básico, o @lucasrf já deu a dica: fique com o Windows Defender, no Windows 10.

2 Curtidas

Eu usava muito o Avast no período que usei o Windows 7 e o 8.1. Porém, desde que eu atualizei pro Windows 10, eu fiquei usando só o Windows Defender, principalmente por que pra mim ele consome menos recursos, é eficiente e já vem junto do Windows

4 Curtidas

Uso o Windows Defender, desde que me conheço por nerd. Nunca tive problemas. Funciona como deve funcionar, não tem funções a mais e nem funções de menos. Pra mim é perfeito. Fora que as atualizações são feitas e você nem percebe.

3 Curtidas

A avast vendia os dados dos usuários, acho até que tem matéria no TB.

1 Curtida

Durante uns 5-6 anos fui usuário pagante do Kaspersky e gostava da proteção, a solução do Windows não era efetiva e não gostava de soluções gratuitas (achava pesados e pouco confiáveis). Depois que ele mesmo lançou uma versão gratuita, acabei migrando pra ela. Mas começou a ficar incômodo, pois bloqueava muitos sites em falso-positivo, o que me dava trabalho de ter que desligar a proteção para poder acessar algo.
Então tem uns 2 anos pelo menos que uso apenas o Windows Defender e está tudo tranquilo, até esqueço que ele existe.

1 Curtida

Sempre usei softwares gratuitos, como o Avira.
Depois passei a assinar o Kaspersky Internet Security. Assinei por uns 5 anos.

Mas do ano passado pra cá, não renovei mais. Deixei só o Windows Defender, do Windows 10, e pra mim é suficiente.
Não estou recomendando pra ninguém fazer isso. Eu sei o risco q corro e sou um usuário experiente. Cada um é cada um.

Mas se fosse recomendar um, eu recomendaria o Kaspersky Total Security.

2 Curtidas

Windows Defender e um pouco de bom senso já dão pro gasto.

5 Curtidas

Geralmente uso só o Windows Defender, mas assinei o Malwarebytes por um tempo e até que gostei, infelizmente não consegui manter a assinatura por alguns problemas financeiros

1 Curtida

Estou no terceiro ano utilizando o Kaspersky, esse ano fui para a versão Security Cloud, tem umas funções a mais em relação ao Internet Security que gostei bastante. Como já falaram o Defender faz um ótimo trabalho, mas eu vejo vantagem em pagar pelo Kaspersky, não sou o único a usar o PC e há algumas ferramentas extras que ele oferece que ao meu ver vale a pena pagar, além do gerenciamento remoto que ajuda já que passo alguns meses longe do PC.

Só acho caro o preço cheio, eu recomendo procurar por promoções, pelo menos fiz dessa maneira nesses 3 anos.

2 Curtidas

Gostava bastante do Avira, por deixar mais recursos livres na máquina, ter atualizações constantes. Porém faz um tempo que utilizo apenas o Windows Defender, para meu uso que é baixo e mais profissional do Windows funciona bem. No Linux não utilizo, apesar de ser arriscado ficar totalmente desprotegido em qualquer sistema, estou nessa aventura.

Acredito que se usar mais a loja de apps da oficial Microsoft ao invés de instalar apps de sites alternativos, não baixar conteúdo de torrents, dependendo caso é possível sim para ficar somente com o Defender, tem que procurar comparativos sérios na internet porque ele pode ser melhor até que os outros gratuitos.

O problema é que os vírus hoje se propagam por diversos meios, redes sociais, apps de mensagens, p2p, além de sites e e-mails. Assim, ficar sem é totalmente desaconselhável. Mas e Pagar? Acho que não é necessário, existem diversas organizações e corporações que oferecem o básico gratuitamente, e funciona.

Lembrando que nenhum é infalível.

1 Curtida

Uma dica que notei da Kaspersky é de salvar os links das promoções, mesmo que bem antigas, geralmente estão funcionando. Comprei meu KSC com 60% de desconto com um link de promoção do ano passado.

2 Curtidas

Manda esse link ae depois mano, vai que uso, valeu.

Só uso o Windows Defender desde que a Microsoft lançou o Windows 8. Atende muito bem. Lembrei agora que engenheiros da Mozilla e do Google já falaram sobre como antivírus de terceiros podem causar problemas.

3 Curtidas

https://www.kaspersky.com.br/lp/acq-some-3up/?redef=1&THRU&reseller=br_smbra_acq_ona_smm__onl_b2c__facebsgfd____allpro___

2 Curtidas
1 Curtida

No Windows sem um antimalware pago, sem chance. Aqui uso o Kaspersky Total Security faz tempo. Última vez paguei R$ 139,95 por 5 licenças e 2 anos. Ele já me livrou de muita roubada como entrar em site legítimo com conteúdo contaminado, por exemplo. Coisa que o Windows Defender nativo não faz.

E não, só o Windows Defender NÃO é suficiente mesmo que você tome todas as precauções e cautelas possíveis. Os ataques de malware estão cada vez mais sofisticados e independem de ação direta do usuário faz tempo. Pra mim R$ 139,95 é um investimento por muito pouco. O aborrecimento de ter a máquina contaminada por um ransomware, ter os dados capturados por um rootkit, envenenamento de DNS que desvia o tráfego pra sites de ladrões digitais e etc causam bem mais prejuízo.

A solução pra quem quer acessar sites sensíveis sem chance (quase) nenhuma de ter aborrecimento e não quer pagar por proteção é usar uma máquina virtual com Linux pra isso. Ou acessar a internet no dia a dia mesmo.

Podia ir longe aqui mas basicamente a internet é uma selva sem lei e sem ordem. Você pode achar que por estar na trilha vai ter menos chances de ser atacado mas essa realidade já caiu faz tempo.

4 Curtidas

Verdade, o nível dos ataques está muito avançado, chega ao ponto de impregnar até firmware de dispositivos, como pcs e roteadores. E não deve parar por aí, mas eu ouvi acho que aqui mesmo na comunidade, sobre servidores de dns e vpn que já vem com antivírus na outra ponta, achei bem interessante.

2 Curtidas