Agora até o Windows Server 2022 pode rodar distribuições Linux

No aguardo do chato do Linux

1 curtida

Soltando o WSL no Windows Server os desenvolvedores vão ter de fato uma plataforma mais robusta pra testar suas aplicações ao máximo sem limites impostos pelas versões desktop do Windows. E a MS de hoje está focada em ganhar dinheiro com serviços (Azure, Microsoft 365, etc) e não mais necessariamente em produtos. Tanto que quem comprou do Windows 7 pra frente não pagou mais nenhum tostão pra atualizar versão de SO.

O dia em que a Microsoft decidir abrir o código-fonte do Windows será o dia mais comemorado pelos fãs do Linux.

A implantação do WSL 2 no Windows Server 2022 suplanta uma deficiência do Windows em relação ao Linux no mercado de servidores. Mercado que é dominado pelo Linux atualmente.

Se o WSL 2 já executa em ambiente Windows distribuições Linux por completo, seria uma ponte para uma implantação do Linux em Macs M1 ou M2, mesmo que haja a dependência do Windows.

1 curtida

Eu acho que essa liberação tem a ver com a competição ferrenha entre Windows e Linux no mercado de servidores.
Porém, a Microsoft tem abraçado o Linux nos últimos anos, com contribuições vultuosas à comunidade Linux.
Porém, se a Microsoft decidir oferecer o Office na plataforma, eu vejo que a MS abraçou o Linux.

2 curtidas

Muitas falhas de segurança conhecidas internamente e não resolvidas para fazerem esse tipo de coisa.

1 curtida

A Microsoft só ama Linux porque o negócio dela é nuvem mesmo (onde você tem pagamentos recorrentes e cuja tendência é aumentar).

Não duvidaria que daqui a uns anos o Windows se tornasse gratuito, ao menos na versão home.

1 curtida
  1. embrace :heavy_check_mark:

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.