A lamentável bagunça de Elon Musk no Twitter é uma inspiração para outros CEOs

2 curtidas

Só sei de uma coisa: podem ter a mais a absoluta certeza que desses 7500 funcionários que existam no Twitter, uma boa porcentagem são aqueles que passam o dia gravando vídeos por Instagram mostrando como é a vida de um(a) “software engineer” ou “qualquer coisa engineer”, onde se resume a mostrar o(a) sujeito(a) acordando, tomando café, chegando no trabalho, ficando na frente de um notebook fingindo que faz alguma coisa, depois almoço, depois um happy hour na empresa, depois uma janta e repete-se o ciclo.

Tá CHEIO de vídeos assim no Instagram e Tiktok.

Outra coisa: pode até parecer uma coincidência, mas depois que o Musk assumiu o Twitter FINALMENTE o app do Twitter pra Android começou a apresentar melhorias notáveis, principalmente com relação aos malditos engasgos que tinham no app independente se você tinha um S22 Ultra ou um Xiaomi do mais vagaba possível.

O Twitter em si começou a se mostrar mais responsivo no geral, principalmente com relação a latência. Estão no encalço desses perfis de pedófilos etc, bots (tenho minhas ressalvas enquanto a isso) entre outras coisas.

Enfim, tirando a enorme bagunça do Musk com essa coisa dos verificados, com essa coisa do tratamento com os funcionários, as demissões e depois o arrependimento, o Twitter está bem melhor do que era antes. Basta seguirem ele lá, pois ele vive postando uma espécie de changelog das mudanças no Twitter.

Vejam: eu estou falando do TWITTER em si e como as coisas estão andando após a entrada do Musk, agora se formos falar sobre a pessoa do Musk em si, aí é papo pra outra ocasião.

7 curtidas

é uma tristeza tudo isso. por isso me recuso a trabalhar pra grandes corporações (pior ainda se for startup)

me poupe. como vc pode afirmar q a maioria dos q saíram não faziam nd? :roll_eyes:

10 curtidas

Claramente baseado em dados científicos do IPTK.

4 curtidas

Se isso virar moda e todos se demitirem. O próximo passo será boa parte virar coach e convencer os demais a abrirem suas startups e quem sabe se tornarem o próximo Elon Musk.
E o ciclo se repete.

7 curtidas

Eu nem sabia que isso tinha um nome (DEI - Diversity, Equity, Inclusion).

As empresas deixaram de ser meros “locais para gerar lucro” para se tornarem autênticas armas de batalha para esses grupos.

Não se engane, o único objetivo de uma empresa é o LUCRO. O que vier depois disso é secundário e serve apenas ao único objetivo.

Inclusão dá dinheiro? Bora incluir então.

Inclusão não está mais dando dinheiro? Tira esse papo de inclusão então.

7 curtidas

Nao é porque Elon Musk faz, que seja possível qualquer um fazer. A menos que seja tão milionário e poderoso quando ele. Não é para qualquer um ser incancelável. Eu, sendo o Musk, acho que faria o mesmo. Afinal, “meu corpo, minhas regras”, certo? Então, minha empresa, minhas regras.

2 curtidas

Enquanto tiver quem aceite, teremos.

1 curtida

Como você pode afirmar que eles faziam?

3 curtidas

Falta ao tecnoblog a reação de care/força

4 curtidas

Os antigos donos do Twitter eram verdadeiras mães, né? Em todo post sobre a empresa alguém fala que a maioria dos funcionários não trabalhava e que não sei o que. Um sonho de emprego, pena que só fiquei sabendo depois que a festa acabou.

5 curtidas

Elon Musk está consertando o Twitter

4 curtidas

Como você pode afirmar que eles não faziam o que faziam?

Kkkkkk

1 curtida

O problema dessas startups é que elas geraram uma bolha no mercado, com essa disputa de ter os melhores os caras eles inventaram essas “regalias” bestas de academia, yoga, num sei mais o que dentro do trabalho.

Enquanto essas empresas tinham bala na agulha, dava para manter essa bizarrice, mas agora uma grande crise está batendo na porta e provavelmente a festa vai acabar.

O processo do Twitter só escancarou o que já era sabido por quem trabalhava de verdade dentro desses lugares, se demitir metade das pessoas dessas empresas não vai fazer falta pq a maioria só tá ali para não fazer nada ou fazer tarefas idiotas.

5 curtidas

Se a empresa continua funcionando… com menos da metade da metade, é porque não precisava de tudo aquilo de funcionário.

3 curtidas

Apesar de eu também ter essa impressão, será que é verdade? Duvido muito que uma empresa de tecnologia desse porte não acompanhe cada passo de cada funcionário e não tenha métricas de produtividade.

1 curtida

A incrível odisséia do Tecnoblog em tentar descredibilizar o Elon Musk. Me divirto com isso, rsrs

3 curtidas

Corpo não tem correlação com a empresa, pois a empresa em si tem que respeitar regras que estão acima dela (mas entendi o que tu quis dizer).
A diferença entre os milionários de plantão e do bilionário Elon Musk não é apenas alguns zeros a mais na conta, e sim, a influência que ele tem no mercado INDEPENDENTEMENTE do ramo.

Então, sinceramente tem muito CEO e metido a executivo (gerente, coordenador e etc) que usam esse cara como exemplo (conheço pelo menos 3).
Todo passo dele é analisado, medido e volta e meia imitado, mas sempre aplaudido.
A influência dele é meras invejável, mas muito perigosa e temida também.

1 curtida