60% dos fones sem fio e smartwatches no Brasil vieram do mercado cinza em 2021

1 curtida

O IDC fala que o mercado cinza é o mercado “de produtos que entram ilegalmente no país”.
Suponho que esse mercado seja composto principalmente por gente que importa pra revender em marketplace/camelô e não as pessoas que importam por conta?

Acho que essa conta não está muito certa.
Não conheço ninguém que tenha comprado um wearable de forma oficial no Brasil.

Em canais oficiais, esses itens costumam custar uns 70% a mais que o mercado cinza, e mais do dobro que os importados.

Contribuí comprando MiBands e fones no Aliexpress. :relieved:

Sim, estão loucos que eu vou pagar 400-500 reais por uma smartband que eu posso pegar no Aliexpress por menos de 150. Além do mais, esses produtos dificilmente são taxados pq custam menos de 50 dólares.

2 curtidas

Único fone que comprei de forma oficial no Brasil nos últimos meses foi o Edifier X3, isso porque tava na promoção por R$120, de resto eu compro no Aliexpress.

Parabéns governo e lojistas brasileiros por fomentarem o mercado cinza, mas logo Anatel e Receita devem acabar com essa pouca-vergonha /s.

Se não fosse o mercado cinza o brasileiro estaria numa pior agora, não teríamos video games, smartphones, vestíveis, Apple, e monte de outras coisas com um preço menos caro.

Isso só escancara como nosso sistema tributário aqui é horrível, dificultando que empresas entrem no mercado, e nos obrigando pagar 2 produtos para dar um pro governo de imposto.

6 curtidas

Alguma surpresa dado o cenário cambial e preços de eletrônicos aqui no país? Não vai me impressionar se na próxima medição for constatado novo crescimento.

Percebi isso hoje: estava organizando uma gaveta de uma cômoda, e me deparei com a enorme quantidade de acessórios como cabos, carregadores e hubs USB que havia lá. Pelo menos 90% desses produtos foram comprados no AliExpress ou Ebay, pois se fosse para comprar aqui no Brasil, eu não teria 10% das bugigangas que eu tenho.

Não sei o que seria de mim sem o AliExpress, prefiro comprar lá do que em muitas lojas nacionais. Não só o preço e condições de pagamento, mas o atendimento também é melhor do que muitas lojas brasileiras.

E pior que se tivessem aumentando os preços na mesma proporção do dólar, eu nem reclamaria. O problema é que houve oportunismo de muitos lojistas, que aproveitaram a incerteza para dobrar ou mesmo triplicar os preços de vários importados, sendo que a valorização máxima da moeda americana não passou dos 50%.

1 curtida

Pelo que entendi esse mercado cinza são as mercadorias que não pagam impostos. Se estiver errado me corrijam mais são aprx. 42% de impostos em eletrônicos o que faz com que por ex a Mi band 6 no aliexpres custe R$ 193,63 (loja Xiaomi Global em 21/07/21) e na Xiaomi Brasil R$ 297,00 em mesma data.

Enquanto estivermos enforcados até o pescoço de impostos continuarei comprando do “mercado cinza”.

4 curtidas

Isto só reforça minha teoria: se os impostos fossem baixos (ou pelo menos a gente tivesse retorno), o governo arrecadaria mais.

Pq o brasileiro faz de tudo pra n pagar imposto justamente por estes 2 pontos:

  • n ver retorno
  • paga muito pra ver político farreando
2 curtidas

Só 60%? Surpreendido.

Não concordo com as faixas de preço citadas na matéria. Comprei recentemente galaxy smart fit 2 por 150 na americanas, sendo que facilmente encontra por 190, recebendo em um dia útil. É muito competitivo, além de ter garantia. Mas as minhas mi bands foram no ML e Ali Express, logo cinza. E mesmo assim o Brasil batendo recorde de arrecadação federal na série histórica até junho.

Acho que é bem mais que 42% a carga tributária sobre eletrônicos, alguns segmentos deve chegar facilmente em 60%.