35 mil códigos no GitHub foram clonados para espalhar malware

GitHub é uma questão de atenção. O ideal é investigar o repositório e se for um fork ir voltando atrás até achar o repositório original e investigar as mudanças.

E fica a pergunta: será que outros repositórios como o GitLab, Bitbucket e afins não podem ter problema parecido?