20 perguntas e respostas sobre o Pix

Se me derem desconto ou cashback eu uso, mas provavelmente irão transformar qualquer diferença de custo em lucro, aliás como sempre.

Pelo menos ainda não vi nenhuma ressalva que o comerciante não é obrigado, isso faz diferença. E dado o que a gente tem de informação sobre saques, o que é fato, acho uma ideia muito boa na teoria, na prática é só dor de cabeça. Eu fico um pouco preocupado

1 Curtida

Uma postagem foi dividida em um novo tópico: Pacotes de serviços de banco (TED, DOC e saques) vão morrer com o Pix?

Uma postagem foi mesclada em um tópico existente: Pacotes de serviços de banco (TED, DOC e saques) vão morrer com o Pix?

Bom dia.
Gostaria de saber se será possível eu gerar um QR Code de pagamento com o valor de R$ 50,00 e deixar já pronto para quer a pessoa faça a leitura deste meu QR Code e receba o valor em sua conta, sem que eu necessite saber os dados da pessoa e sem necessidade de confirmação por minha parte.

Neste tópico da matéria:
“12. Tem limite de chaves?
Para pessoas físicas, até cinco chaves podem ser cadastradas em uma conta. Pessoas jurídicas podem ter até 20 chaves por conta.”

Eu havia entendido que pessoas físicas só poderiam ter um total de 5 chaves cadastradas (sendo, no máximo, uma por conta / instituição). Porém, neste tópico é dito que são até 5 chaves por cada conta. Em resumo, se eu tiver contas em 7 ou 8 instituições diferentes, poderei cadastrar Chaves PIX (diferentes) para todas elas (cada uma delas), é isso? Contanto que sejam chaves diferentes? Tipo, é informado que pode-se usar os “atributos” como CPF (aqui não tem “pra onde correr”, cada pessoa física “legalmente” só pode ter um), e-mail (uma mesma PF pode ter “quantos quiser”) e telefone celular (o mesmo do e-mail). Neste caso, eu posso cadastrar chaves diferentes para quantas contas de quantas instituições financeiras (entre bancos e fintechs) eu quiser, é isso? Tenho contas no BB, Santander, Caixa, Bradesco, Nubank, Inter, MercadoPago, PicPay, entre outros. Posso cadastrar uma chave para cada conta, mesmo sendo mais de 5 contas no total??

Sim.
Se você tem conta no BB, Santander, Caixa, Bradesco, Nubank, Inter, MercadoPago e Picpay, você pode cadastrar 5 chaves diferentes em cada uma dessas instituições.

Então você pode, por exemplo, comprar 8 linhas de celular diferentes e cadastrar uma linha em cada instituições.
Você pode criar 8 emails diferentes e cadastrar uma em cada instituição.
Você pode criar 2 chaves aleatórias em cada instituição.
Mas só pode cadastrar o seu CPF em uma única insituição.

Perfeito! Muito obrigado.

Olá, tenho um duvida que pode servir de alerta o pix, poder ser feito de um celular em qualquer lugar para fazer transferencias e pagamentos de qualquer valor, com isso, vejo um problema futuro, pois, antigamente os ladrões nós abordava em caixas eletrônicos para sacar ou fazer transferências, agora ele porém apenas de abordar em qualquer lugar e fazer você fazer a transferência para uma conta que o dinheiro sai da sua conta para outra coisa de 10 segundos. E ai vai minha duvida como vamos nos proteger dessa abordagens?

A transação é completamente rastreável. Pra que ladrões iriam se comprometer dessa forma?

É, mas há anos temos problemas com clonagens de cartões, e outros problemas, que o banco também tinha como rastrear, e no final gerava uma grande dor de cabeça ao cliente para provar que não foi ele mesmo que fez a transação. Ladrões são uma raça a ser estudada eles vão sempre se comprometer para tirar das outras pessoas. Mas a minha pergunta é como PIX vê esse problema, ou se tem algo para proteger contra isso?

Tem um sistema contra fraude.
A pergunta mais é se ele vai ser sensível o suficiente pra suspeitar de transações como num cenário de roubo, onde a pessoa é forçada a transferir pra uma conta aleatória.

1 Curtida

Na clonagem de cartões não tem como rastrear porque os dados atrelados a ele são da vítima.

No PIX precisam enviar pra uma conta que tem nome, CPF, endereço e tudo mais atrelado a ela.

Risco sempre vai ter.
Se por um lado tem o risco de clonagem, ou qualquer outro, por outro, andar com dinheiro vivo na rua tb te deixa susceptível a roubos.

Entendo que o desconhecido cause medo, mas conhecimento é a única forma de superar isso.

O mesmo risco de hoje. Afinal, eles poderiam te obrigar a fazer um TED, não?

1 Curtida

Sim, é isso que venho aqui colocar em questão, essa rapidez que o dinheiro sai de uma conta e entra na outra.

Mas a questão da clonagem e que o dinheiro sai da sua conta e entra em outra que tem dados, e a pessoa que teve essa conta clonada ela tem que provar por a mais b que não transferi-o ou depositou a essa contato, entende o que quero dizer.

Não… na clonagem do cartão é como se você mesmo tivesse feito a compra. Não tem dado do golpista ali. No PIX os dados da conta de destino vão entregar o sujeito.

Uma postagem foi dividida em um novo tópico: Transferência Pix ainda não caiu na conta de outra pessoa

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.